Vigilância Sanitária de Descalvado confirma 1º caso de chikungunya

Pirassununga, 17 de outubro de 2017 – Descalvado confirmou o primeiro caso de chikungunya do ano, nesta segunda-feira (16). A vítima é uma mulher de 52 anos, que procurou atendimento há uma semana. Ela foi medicada com acompanhamento do infectologista e encaminhada para tratamento com o reumatologista.

De acordo com a Vigilância Sanitária, o caso é autóctone, ou seja, foi adquirido na própria cidade. A chikungunya tem sintomas parecidos com a dengue e zika como febre, manchas vermelhas na pele, coceira, dor de cabeça e nas articulações.

Além do caso de chikungunya, este ano, foram registrados sete casos de dengue na cidade, os três últimos confirmados na semana passada. As duas doenças são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

Até o momento, a Vigilância Sanitária recebeu 70 notificações de casos suspeitos de dengue. No dia 28 de outubro será realizado um mutirão para encontrar possíveis criadouros do mosquito. O trabalho será feito por agentes de saúde, com acompanhamento de uma viatura da Polícia Militar. Outros dois mutirões estão previstos para o mês de novembro.

 Em Pirassununga, neste ano de 2017, a cidade continua como uma das poucas em todo o interior paulista que não registrou casos de contágio local de dengue e outras doenças provocadas pelo mosquito Aedes aegypti. Mesmo assim a Saúde Municipal alerta à população para redobrar os cuidados neste novo período de clima quente com presença de chuvas ocasionais.

 

Fonte: G1/EPTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *