Polícia Civil apreende veículo dublê usado em estelionato

Pirassununga, 13 de setembro de 2017 – Na tarde desta terça feira (12), a Polícia Civil de Pirassununga apreendeu um veículo dublê modelo HB-20, ano 2014 de cor prata. Os veículos dublês, externamente, apresentam as mesmas características do veículo original, como a marca e o modelo. Em alguns casos o cadastro do veículo original é utilizado para que sejam copiados os mesmos caracteres da placa e adulterados os números de identificação do chassi ou do motor. Também é conhecido como veículo clonado.

Neste caso, o HB-20 foi apreendido na posse de dois autônomos (de 32 e 25 anos) que foram vítimas de um estelionato. Na ocasião, na data de 4 de setembro (segunda-feira), eles foram para São Paulo e adquiriram o referido veículo de um indivíduo que se passou por filho da proprietária do carro, pagando à ele a quantia de R$ 33 mil.

Após o pagamento, os autônomos pegaram o carro e rumaram para Pirassununga, porém, sem o recibo de compra e venda e sem conseguir manter mais contato com o suposto filho da dona do carro, que não atendia mais  às ligações. Os fatos levaram o Delegado de Polícia Titular  Dr. Francisco Paulo de Oliveira Lima e sua equipe – com os investigadores Domingos e Arlei – a iniciarem levantamentos sobre o referido veículo.

Em um primeiro momento já foi constatado que se tratava de carro dublê, pois existe outro veículo com características idênticas registrado no DETRAN de São Paulo, adquirido zero km, conforme diligências efetuadas junto à real proprietária do veículo original – que confirmou que seu veiculo HB-20 é original de fábrica e está em sua posse.

Diante disso, o veiculo duble foi apreendido e será objeto de perícia veicular, já que teve seus dados de identificação adulterados, visando esclarecer a sua procedência. Outras diligências estão sendo efetuadas pelos investigadores de polícia, visando identificar aquele indivíduo que se passou por filho da proprietária do veículo e as linhas telefônicas usadas na transação, bem como conta bancaria e documento de porte obrigatório, o qual aparenta ser produto de furto ou roubo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *