Em operação, Polícia Civil prende dupla acusada de roubos em comércio

Pirassununga, 6 de dezembro de 2017 – Nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (5), a Polícia Civil de Pirassununga deflagrou mais uma operação no combate aos assaltos que vêm ocorrendo na cidade. Depois de várias diligências juntando indícios de autorias, a delegada titular Dra. Tatiane Parizotto representou junto ao Poder Judiciário por mandados de busca domiciliar e prisão temporária em desfavor a dois indivíduos que seriam autores de alguns roubos que ocorreram na cidade recentemente. Os mandados foram prontamente expedidos pelos juízes da Comarca Local.

De posse das ordens judiciais, uma equipe da Polícia Civil rumou para o Jardim Luiz de Castro e após cercar e entrar no imóvel do suspeito, os policiais encontraram apenas os seus familiares. A busca domiciliar resultou na localização de uma munição calibre 22 já “picotada” (tudo indica que estava dentro de uma arma de fogo e foi disparada, mas falhou) e um boné que aparece nas imagens de alguns dos roubos sendo utilizado por um dos assaltantes.

Durante as buscas no interior do imóvel, porém, um veículo de cor branca se aproximou e ao avistar as viaturas no local da busca iniciou fuga. O carro foi alcançado logo em seguida pela equipe de policiais civis que constatou que um dos ocupantes do veículo era o procurado – estudante de 20 anos contra quem foi dada voz de prisão.

Enquanto isso, outra equipe de policiais civis rumava para a Zona Norte da cidade no encalço de outro procurado. Apesar das buscas efetuadas no interior de sua residência, as informações eram de que ele não havia pernoitado por ali. Por esse motivo foi dado o alerta também para a Polícia Militar que iniciou uma busca pelo foragido. Algum tempo depois, uma equipe da PM localizou o procurado – pizzaiolo de 19 anos – dando-lhe voz de prisão e o conduzindo perante a autoridade policial Dra. Tatiane.

De todo o evento, ficou devidamente comprovado a autoria do crime pelos indivíduos presos. De acordo com a polícia foram três roubos ocorridos na cidade em um período de pouco mais de um mês. Eles teriam praticado dois assaltos contra um mesmo estabelecimento comercial e o terceiro em um comércio do centro de Pirassununga.

Com as provas juntadas até então, a autoridade policial está requerendo a prisão preventiva dos indivíduos, para que respondam aos processos, encarcerados. Os acusados ainda estão sendo investigados em outros assaltos que ocorreram na cidade.

Trabalharam na operação a delegada Dra. Tatiane, os investigadores Domingos, Adriano, Aragão, Danilo e Macarenko além do apoio do Guarda Civil Municipal Edmilton.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *