Palmeiras é eliminado nos pênaltis em casa pela Copa Libertadores

Pela segunda temporada consecutiva, o sonho do Palmeiras na Copa Libertadores durou pouco. Na noite desta quarta-feira, diante de mais de 38 mil torcedores no Estádio Palestra Itália, o Barcelona de Guaiaquil perdeu por 1 a 0 no tempo normal, mas ganhou por 5 a 4 nos pênaltis e eliminou o time brasileiro nas oitavas de final. A partida teve transmissão da Equipe Show de Bola das rádios Mundial FM e Difusora Bandeirantes.

A torcida palmeirense, porém, viu que a partida não iria ser fácil já no primeiro tempo, com a equipe chegando pouco ao gol adversário. Na etapa complementar, o técnico Cuca apostou na entrada de Moisés, e a equipe melhorou. Foi dele o autor do belo gol, logo aos cinco minutos, que deu esperanças de classificação.

O Verdão, porém, não conseguiu o segundo gol e a decisão foi para as penalidades. Pelo Palmeiras, converteram Guerra, Tchê Tchê, Keno e Moisés. Bruno Henrique desperdiçou. Pelo Barcelona, converteram Álvez, Oyola, Castillo e Caicedo. Diaz teve a chance de encerrar a disputa, mas parou em Jailson. Nos alternados, Ayovi marcou e Egídio perdeu. Assim, o time equatoriano ganhou por 5 a 4 e avançou às quartas de final.

Com o sonho de conquistar o bicampeonato da Libertadores e participar do Mundial, o Palmeiras investiu pesado e contratou 14 reforços. Ainda assim, disputou apenas oito partidas pelo torneio continental. Na semifinal do Campeonato Paulista, caiu para a modesta Ponte Preta e, nas quartas da Copa do Brasil, deu adeus contra o Cruzeiro.

 FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 1 (4) x (5) 0 BARCELONA DE GUAIAQUIL

Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo (SP)
Data: 9 de agosto de 2017, quarta-feira
Horário: 21h45 (Brasília)
Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Assistentes: Hernan Maidana e Juan Pablo Belatti (ARG)
Público: 38.310 pagantes
Renda: R$ 3.343.320,49
Cartões amarelos: Edu Dracena e Thiago Santos (PAL); Castillo, Oyola, Caicedo (BAR)
Gol:
PALMEIRAS: Moisés, aos 5 minutos do 2º Tempo. Nos pênaltis, Guerra, Tchê Tchê, Keno e Moisés marcaram. Bruno Henrique e Egídio perderam.
BARCELONA: Nos pênaltis, Álvez, Oyola, Segundo Castillo, Caicedo e Ayovi marcaram. Diaz perdeu.

PALMEIRAS: Jailson; Tchê Tchê, Mina (Edu Dracena), Luan e Egídio; Thiago Santos e Bruno Henrique; Roger Guedes (Moisés), Dudu (Guerra) e Keno; Deyverson
Técnico: Cuca

BARCELONA: Banguera; Pineida (Valencia), Aimar, Velasco, Arreaga, Minda (Segundo Castillo), Oyola, Marcos Caicedo, Ayoví, Castillo (Diaz) e Álvez
Técnico: Guillermo Almada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *