Operação da Polícia Federal contra pornografia infantil prende suspeitos

Pirassununga, 19 de maio de 2017 – Policiais federais prenderam dois homens em São Carlos e Santa Cruz das Palmeiras por suspeita de armazenamento e disseminação de pornografia infantil. A ação, realizada na manhã desta quinta-feira (18), integra a operação “Cabrera”, que cumpre 93 mandados em 17 estados e no Distrito Federal.

De acordo com a PF, além das prisões, houve a apreensão dos computadores dos suspeitos e de um HD. O material foi levado para a unidade da corporação em Araraquara e passará por perícia. Se comprovadas as suspeitas, os investigados podem responder por posse e compartilhamento de arquivos de pornografia infantil, com penas que variam de 1 a 6 anos de prisão.

A assessoria de imprensa da PF explicou que foram reunidas informações e alvos de investigações de diversas unidades da corporação pelo Brasil, não diretamente relacionadas entre si, mas que tratam da disseminação transnacional de pornografia infantil. Os suspeitos recorriam a redes sociais, e-mail e aplicativos de mensagens e vídeo para trocar o material.

Segundo a PF, a operação foi batizada em homenagem a Araceli Cabrera Sánchez Crespo, uma menina de 8 anos que foi sequestrada, violentada e assassinada em 18 de maio de 1973. O crime permanece impune e, por conta dele, foi instituído o “Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes”.

 Fonte: G1/EPTV

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *