Em média, vacinação contra gripe imunizou 60% dos grupos prioritários

Pirassununga, 1º de junho de 2017 – Durante esta última semana de maio, o Ministério da Saúde comunicou a todas as secretarias estaduais e municipais de todo o país sobre a prorrogação da Campanha Nacional de Vacinação contra a gripe (H1N1) até o dia 9 de junho. O governo federal quer alcançar os 90% das 54,2 milhões de pessoas incluídas no público-alvo, mas, agora apenas 63,6% haviam recebido a sua dose.

A realidade nacional também reflete em Pirassununga. Na média, somente um pouco mais da metade das pessoas previstas foram imunizadas, com exceção do grupo das puérperas, que já atingiu o objetivo tendo até mesmo, ultrapassado a meta estipulada pela campanha nacional.

Entre os cinco principais grupos prioritários para a vacinação, as puérperas já atingiram a marca de 122,43%. Nos idosos o índice é de 71% e as gestantes continuam no patamar de 60%. Entre os trabalhadores da Saúde Pública, o índice é de 56%. A vacinação para as crianças de 6 meses a 5 anos incompletos está bem abaixo da meta esperada: 41,96%

Também têm direito à vacina policiais civis e militares, bombeiros e profissionais que atuam na Defesa Civil, Correios, Poupatempo, Ministério Público Estadual (MPE), Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Defensoria Pública.

Com a prorrogação até o dia 9 de junho, segundo a agenda da Vigilância Epidemiológica, a vacinação prossegue junto às unidades de saúde credenciadas de segunda à sexta, das 8 às 16 horas, no Centro de Especialidades Médicas (CEM) e nas USFs Centro 1, Laranjeiras, Limoeiro, Redenção, Santa Fé, São Pedro, São Valentim, Raia e Triângulo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *