Durante captura de procurado, mulher termina presa por injúria contra PM

Pirassununga, 6 de maio de 2017 – Uma ocorrência que seria de uma captura de procurado na noite desta sexta-feira (5) acabou se desdobrando e terminou com apreensão de drogas e um flagrante de injúria racial contra um policial militar. O caso ocorreu pelo Jardim Itália por volta das 21h40, quando a PM foi cumprir um mandado de busca contra um homem, desempregado de 23 anos.

De acordo com o BO, o cabo Francisco e soldado Carlos Henrique receberam uma denúncia via CAD de que o indivíduo procurado por tráfico e associação ao tráfico de drogas estaria escondido na casa de sua mãe. Com apoio de outras viaturas e da Guarda Municipal o local foi cercado. Sua mãe permitiu a entrada dos policiais, mas o acusado teria tentado fugir por um muro lateral.

Ele não contava, porém, do fato da casa já estar cercada por PMs e GCMs. O autor então correu de volta para o imóvel, acompanhado pelos policiais e foi detido. Segundo o BO houve resistência sendo que o indivíduo teria partido para cima dos policiais com chutes e socos. Foi necessário uso de algema para contê-lo.

O autor confessou que dentro da geladeira havia uma porção de drogas dentro do freezer, em meio a alimentos de sua mãe. Tratava-se de uma porção de maconha, que foi devidamente apreendida – resultando em um BO de porte de entorpecentes.

Ainda pelo local, de acordo com a polícia, enquanto realizavam a prisão do acusado, sua companheira, auxiliar de produção de 20 anos tentava impedir a prisão. Ela foi orientada a se acalmar e se afastar, mas a mulher se mostrava bastante agressiva. O BO informa que ela se apossou de um cabo de vassoura e tentou agredir um dos policiais. A PM feminina Reizer a interceptou.

Mesmo assim ela passou a ofender os policiais com palavras de baixo calão. Contra um dos policiais foi preferida uma ofensa racial. Neste momento foi dada voz de prisão à mulher por injúria. Ela foi levada ao Plantão Policial onde o delegado Dr. Francisco Paulo de Oliveira Lima arbitrou uma fiança de R$ 2 mil, que não foi paga.

Com isso, tanto o homem quanto a mulher foram presos. O rapaz foi encaminhado para cadeia pública local e a mulher para a cadeia feminina de Limeira, onde permanecem à disposição da Justiça. A droga encontrada foi apreendida.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *