Para encostar no topo do Brasileiro, Santos reencontra algoz Ponte Preta

Santos e Ponte Preta já possuem uma rivalidade histórica desde os anos 50. Nesta temporada, porém, mais precisamente no dia 10 de abril, as duas equipes escreveram mais um grande capítulo no duelo. No confronto de volta das quartas de final do Campeonato Paulista, o Peixe venceu por 1 a 0, no lotado Pacaembu, mas acabou sendo eliminado nos pênaltis pela Macaca, que caiu apenas na final contra o Corinthians. Neste sábado, às 21h (de Brasília), no mesmo Paulo Machado de Carvalho, mas pela oitava rodada do Brasileirão, o Alvinegro Praiano terá chance de conquistar sua ‘vingança’ e ainda encostar nos líderes do torneio nacional.

Na eliminação do Paulista, David Braz foi o principal personagem. Autor de um golaço ainda no primeiro tempo, o defensor foi único jogador que perdeu uma penalidade, confirmando a Macaca na semi do Estadual. Para o zagueiro, o ‘fantasma’ já ficou para trás e o momento atual é bem diferente. Afinal, o Santos vem de três vitórias seguidas e ocupa a quinta colocação, enquanto a Ponte ainda não conseguiu vencer fora de casa no Brasileiro.

“O que ficou lá no Paulistão já é passado. É uma situação que acontece, né. Nós sabemos lidar com a situação. Agora é um outro jogo, outra situação. Vai ser difícil novamente. A Ponte é uma equipe perigosa, apesar de vir de derrota. Temos q descansar bastante para que possamos superar a dificuldade e sair com a vitória no sábado”, explicou o Braz.

E em relação ao time que entrará em campo, o técnico Levir Culpi não deve promover grandes surpresas. Ainda sem poder contar com Ricardo Oliveira e Zeca, lesionados, o comandante provavelmente levará ao Pacaembu a mesma equipe que venceu o clássico contra o Palmeiras, na última quarta-feira, na Vila Belmiro.

Com isso, Vitor Bueno continua no banco de reservas, enquanto Copete fica ao lado de Bruno Henrique e Kayke no ataque.

Ponte quer acabar com jejum
Mesmo com 10 pontos conquistados e ocupando a nona posição, a Ponte Preta luta para acabar com um incômodo jejum no Campeonato Brasileiro. Até o momento, a Macaca não conquistou uma vitória sequer fora de casa. E o fraco desempenho longe do Moisés Lucarelli já não é de hoje.

Caso a Ponte não vença o Santos neste sábado, no Pacaembu, irá completar um ano sem triunfos fora dos seus domínios no Brasileirão. A última vitóra na Série A longe de Campinas foi em 30 de junho da temporada passada, quando fez 3 a 0 no Santa Cruz, no Arruda.

E para o técnico Gilson Kleina, a Macaca precisa ser mais agressiva para acabar com essa série incômoda já no embate contra o Peixe.

“A gente cobra muito atitude, postura. Melhoramos nesses quesitos contra o Flamengo, mas faltou a agressividade. Vamos trabalhar para ter mais qualidade para chegar no arremate do gol. A gente tem que analisar que estamos no meio da tabela e temos condições de crescer. Vamos reagir e ver a maneira que vamos armar a equipe para o jogo contra o Santos”, disse Kleina.

Dentro de campo, o técnico da Macaca encontra problemas para escalar a equipe. Nino Paraíba, que cumpre suspensão, e Negueba, com uma entorse no tornozelo esquerdo, são desfalques certos. Além disso, Emerson Sheik segue como dúvida.

Fora contra o Flamengo por conta de um desconforto muscular, o atacante agora é dúvida por causa de uma forte gripe. Caso Sheik não tenha condições de jogo, Lins deve ser o companheiro de Lucca diante do Peixe.

FICHA TÉCNICA
SANTOS X PONTE PRETA

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 17 de junho de 2017, sábado
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)
Auxiliares: Marcio Eustaquio Santiago e Celso Luiz da Silva (MG)

SANTOS: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Renato, Thiago Maia e Lucas Lima; Copete, Bruno Henrique e Kayke.
Técnico: Levir Culpi

PONTE PRETA: Aranha; Jeferson, Marllon, Rodrigo e João Lucas; Fernando Bob, Elton, Léo Artur e Renato Cajá; Lins (Emerson Sheik) e Lucca.
Técnico: Gilson Kleina

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *